fbpx
Bancos DigitaisEducação FinanceiraTecnologia

Principais diferenças entre bancos digitais e bancos tradicionais. Quais mudanças no mercado? Qual banco devo usar?

Os bancos digitais caíram na graça do consumidor Brasileiro,, principalmente dos mais jovens. Mas quais as diferenças entre os bancos digitais e os bancos tradicionais? Vale a pena ter conta em um banco digital? Quais as mudanças significativas aconteceram no mercado após o surgimento dos bancos digitais? Qual a fatia de mercado de cada um? Essas respostas você encontra nesse artigo abaixo, não deixe de conferir.

Mudanças no Mercado de Bancos

O surgimento dos bancos digitais no Brasil tem provocado mudanças significativas no setor bancário, que está se adaptando para competir com esses novos players do mercado financeiro. As mudanças são enormes e significativas e ao longo desse texto você vai ver quais são. Os bancos tradicionais têm investido em tecnologia para modernizar seus sistemas e se adaptar à demanda por serviços digitais. Eles têm trabalhado para tornar suas plataformas mais amigáveis e fáceis de usar. Uma mudança considerável é que para competir com os bancos digitais, os bancos tradicionais têm diminuído as taxas e tarifas cobradas de seus clientes. Eles estão cortando custos em áreas como manutenção de conta, transferências e saques, para atrair mais clientes.

Outras mudanças significativas no setor foi que os bancos tradicionais estão investindo em melhorias no atendimento ao cliente, tanto online quanto em suas agências físicas. Eles estão treinando seus funcionários para oferecer um atendimento mais personalizado, rápido e eficiente, além de desenvolver chatbots e outras ferramentas para melhorar o suporte online. Outra é a integração dos bancos tradicionais com fintechs. Isso permite que os bancos tradicionais ofereçam uma gama mais ampla de serviços financeiros para seus clientes, incluindo serviços de pagamento móvel, empréstimos online e cartões de crédito digitais.

Fatia de Mercado

Atualmente, os bancos digitais estão ganhando uma fatia significativa do mercado financeiro no Brasil. Embora ainda representem uma pequena parte do mercado em comparação com os bancos tradicionais, a tendência é de crescimento. De acordo com um relatório publicado em 2021 pela consultoria Oliver Wyman, os bancos digitais representam cerca de 6% dos depósitos totais no Brasil. No entanto, esse número pode crescer para cerca de 25% até 2025, indicando um rápido crescimento no setor.

Por outro lado, os bancos tradicionais ainda dominam o mercado brasileiro, representando cerca de 94% dos depósitos totais. No entanto, eles também estão buscando se adaptar à crescente demanda por serviços digitais, criando suas próprias plataformas digitais e parcerias com fintechs.

Diferenças entra Bancos Digitais e Bancos Tradicionais

Abaixo lista das principais diferenças trazidas pelos bancos digitais no mercado financeiro:

  1. Acesso: bancos digitais permitem que os clientes acessem suas contas bancárias e realizem transações através de dispositivos móveis ou computadores, enquanto bancos tradicionais exigem que os clientes visitem uma agência física.
  2. Custos: bancos digitais geralmente oferecem taxas mais baixas e juros mais altos em comparação com bancos tradicionais, já que não têm os altos custos de manter uma grande rede de agências físicas.
  3. Conveniência: bancos digitais oferecem uma ampla gama de serviços financeiros, incluindo contas correntes, poupanças, cartões de crédito e empréstimos, tudo através de uma plataforma digital fácil de usar. Bancos tradicionais podem não oferecer todos esses serviços em uma única plataforma.
  4. Personalização: bancos digitais geralmente oferecem opções personalizadas para seus clientes, como categorização automática de despesas e alertas financeiros. Bancos tradicionais podem não oferecer esses recursos.
  5. Atendimento ao cliente: bancos digitais geralmente oferecem atendimento ao cliente através de chat online, e-mail ou telefone, enquanto bancos tradicionais podem oferecer suporte pessoal em agências físicas.

Qual banco devo utilizar? Qual deles escolher?

Ao escolher um banco, é importante levar em consideração várias características que podem afetar sua experiência como cliente. Aqui estão algumas das principais características que você deve pesquisar:

  • Taxas e tarifas: Verifique quais são as taxas cobradas pelo banco, incluindo taxas de manutenção de conta, transferências, saques e emissão de cartões.
  • Serviços oferecidos: Verifique quais serviços o banco oferece, incluindo contas correntes, poupança, investimentos, empréstimos e cartões de crédito.
  • Canais de atendimento: Verifique quais são os canais de atendimento oferecidos pelo banco, como telefone, chat online e e-mail.
  • Tecnologia: Verifique se o banco oferece tecnologia moderna, como aplicativos móveis, internet banking, caixas eletrônicos e pagamento por aproximação.
  • Segurança: Verifique quais são as medidas de segurança adotadas pelo banco, como autenticação de dois fatores, criptografia e monitoramento de transações suspeitas.
  • Localização: Verifique se o banco tem agências ou caixas eletrônicos disponíveis de facil acesso.
  • Reputação: Verifique a reputação do banco pesquisando na internet e lendo avaliações de outros clientes.

Conclusão: os bancos digitais já são uma realidade no nosso país, e a medida que o tempo for passando vão pegar cada vez mais uma parcela significativa desse mercado. Cabe ao consumidor ficar atento e pesquisar qual modelo de banco vai ser melhor pra ele utilizar, o banco tradicional ou o banco digital. Uma coisa boa nessa disputa de mercado é que ambos estão melhorando seus atendimentos e criando produtos para atrair cada vez mais o seu consumidor.

Artigo: O que são bancos digitais? Quais benefícios?